Ethanol Summit 2009

Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018

> English

Summit-na-Mídia

Petrobras deve iniciar produção de etanol celulósico em 2012
Site Invertia - www.invertia.com.br
01/06/2009

A Petrobras deve iniciar a produção comercial de etanol de segunda geração feito a partir de material celulósico em 2012, afirmou na segunda-feira a ministra da Casa Civil, Dilma Roussef.

Dilma, que também é presidente do Conselho de Administração da Petrobras, falou no primeiro dia do Ethanol Summit em São Paulo, promovido pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica).

"O objetivo é manter a liderança do Brasil em termos de produtividade em etanol de primeira geração e disputar a liderança em etanol de segunda geração", disse ela, referindo-se ao fato de os Estados Unidos terem superado o Brasil como maior produtor de etanol do mundo em 2007.

O Brasil, que produz o etanol a partir da cana-de-açúcar, continua sendo o produtor mais eficiente do biocombustível de primeira geração. Nos EUA o etanol é feito principalmente com milho, um método de produção consideravelmente menos eficiente.

A produção de etanol de segunda geração ainda não atingiu a escala comercial, mas algumas empresas apostam no uso de material celulósico, como bagaço de cana ou grama, para a produção de biocombustíveis, em parte como uma maneira de evitar produtos que sejam alimentos.

A forte expansão da produção de etanol nos EUA nos últimos anos foi amplamente criticada por contribuir para a inflação dos alimentos.

Dilma afirmou que a Petrobras registrou duas patentes no Brasil para suas técnicas de produção de etanol celulósico e disse que uma planta piloto de 4 milhões de l por ano deverá estar funcionando até setembro de 2010.

A Petrobras iniciou a produção experimental de etanol celulósico em 2007 nos laboratórios da empresa no Rio de Janeiro. A safra de cana do Brasil deve chegar a 630 milhões de t nesta temporada, com as quais serão produzidos 28 bilhões de l de etanol. O bagaço é aproveitado nas usinas para gerar energia através da queima da biomassa.

Se as tecnologias de produção do combustível celulósico mostrarem-se viáveis, haverá matéria-prima considerável - bagaço - já disponível nas usinas para ser usada, diferentemente dos Estados Unidos, onde o transporte e a logística devem continuar sendo um desafio.


voltar

Arquivo


11/06/2009 Respeito merecido
02/06/2009 Exportação será foco da produção de etanol da Petrobras Biocombustíveis
02/06/2009 Em 3 anos, Petrobras produzirá etanol celulósico
02/06/2009 Alternativas renováveis ao etanol ainda esbarram em custos
02/06/2009 UE discute certificação do etanol em março de 2010
   Realização:

Copyright 2008 - Ethanol summit - todos os direitos reservados. Resolução mínima recomendada 1024x768 pixels.

Política de Privacidade - Saiba como fazer sua inscrição

  • Patrocínio
  • Plenária Especial
  • Transportadoras Oficiais
  • Apoio
  • Parceria
  • Realização